Expresso News - Correndo atrás da notícia, pra você saber na frente!

Notícias/Minas Gerais

Romeu Zema sobre diesel: 'Congelamos o ICMS, mas a Petrobras segue aumentando o valor'

Governador diz que situação só vai mudar quando o 'monopólio' da estatal acabar

Romeu Zema sobre diesel: 'Congelamos o ICMS, mas a Petrobras segue aumentando o valor'
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O governador Romeu Zema ( Novo) disse nesta quarta-feira (11), durante entrevista exclusiva à Itatiaia, que o congelamento da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), em outubro de 2021, não impactou na estabilidade ou na redução do preço do diesel, como apontava o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Desde outubro do ano passado, congelamos o ICMS, porque o governo Federal, erroneamente, disse que os estados eram culpados pelo aumento da gasolina, do etanol, do diesel. Nós congelamos e o que aconteceu? A Petrobras continua subindo o preço e o consumidor pagando mais caro, mesmo com o ICMS congelado”, disse o governador.  

Reajustado nessa terça-feira (10), o preço do óleo diesel acumula alta de 52,53% nos últimos 12 meses. Levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feito entre 1º e 5 de maio (antes do novo reajuste), mostra que o preço do litro já é encontrado a R$ 8,38, valor pesquisado em postos da cidade de Porto Seguro, na Bahia. Já o menor valor, R$ 5,499, foi encontrado em Mato Grosso. Em Minas Gerais, o valor do litro do combustível varia entre R$ 6,21 e R$ 7,35.

Sobre o ICMS, o governador reforçou que o Estado não estava ampliando o valor do tributo. “A alíquota sempre foi a mesma, mas, mesmo assim, nós temos reduzido a alíquota, congelando o valor por litro. Mesmo assim, a Petrobras continua aumentando o valor”, disse Zema, que fala em monopólio. 

“Quem aqui tem 40 anos ou mais e está nos escutando sabe que no passado nós só tínhamos a Telemig Celular. Quem queria pagava aquele preço. Depois veio concorrência e hoje você tem opções. Então, o que o Brasil precisa é de mais concorrência”.  disse Zema. 

Comentários:

Veja também

Envie sua pauta para nossa equipe!