Expresso News - Correndo atrás da notícia, pra você saber na frente!

Notícias/Brasil

Caixa tem outro dirigente alvo de investigação por procuradores

Ministério Público do Trabalho notifica CEF de que conduta de vice-presidente de Atacado está sendo apurada

Caixa tem outro dirigente alvo de investigação por procuradores
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O principal banco de fomento do Brasil, braço executor das ações sociais do governo federal, está longe de superar o rumoroso episódio que levou à demissão de seu presidente, Pedro Guimarães, após denúncias de assédio sexual. A Caixa Econômica Federal foi notificada pelo Ministério Público do Trabalho de que o caso alcança também outro de seus dirigentes: o vice-presidente de Atacado, Celso Leonardo Barbosa, um dos mais próximos a Guimarães e cuja conduta é alvo de queixas de servidores que procuraram o MPT.

O tema deve abrir a agenda da nova presidente da CEF, Daniella Marques, indicada nesta quarta (29) para a vaga de Guimarães. A ex-auxiliar do ministro da Economia, Paulo Guedes, será cobrada por líderes sindicais e representantes dos servidores a dar uma “resposta cabal” às denúncias, sob apuração desde dezembro do ano passado, numa sinalização de que a demissão de Guimarães não encerrou o episódio.

As denúncias de assédio sexual, que vieram a público nesta terça (28), causaram um dos mais rápidos processos de demissão de um gestor de alto escalão em Brasília. Em menos de 24 horas, Pedro Guimarães, considerado homem próximo ao presidente Bolsonaro (PL), entregou o cargo, sem que tivesse havido nenhuma manifestação em sua defesa por parte de integrante do governo ou fora dele.

FONTE/CRÉDITOS: R7
Comentários:

Veja também

Envie sua pauta para nossa equipe!